quarta-feira, 20 de maio de 2009

Fogo e Vento

Seu olhos na praia
Meu olhar no mar
Seu desejo como fogo
Meu ser como vento

Fogo e vento
Vivacidade e sabedoria
Destruição e evasão

Desejos reais
Necessidades futeis
O beijo ao luar
Traição com a benção da noite



Isso é que da levar a mulher para beber e acabar bebendo mais que ela... E ainda tem a coragem de me culpar depois

Olhar

Então ti vi
Então parei
Não mais que um intante nos olhamos
Não menos que um eternidade nos vimos

Sem palavras.
Sem questões
Apenas continuamos andando
Em lados opostos

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Doente

Nota mental... Quem sabe preparar porções revigorantes e chás medicinais é a Amanda. Os meus tem gosto e aroma bem mais agradáveis porém ineficases a maléficios da saúde.

Como um cão de briga
Caido e ferido
Como um cão de briga
Deitado sozinho
Agonizante e esquecido
Como um velho cão de briga

Olhos opacos
Dentes cerrados
Patas castigadas
Cicatrizes elamiadas
Um velho e derrotado cão de briga