terça-feira, 20 de junho de 2017

Na tristeza de seu ollhar

Teu sorriso
Novamente
Encontrar

Minha mão
Teu rosto
Afagar

Depois de tantas
Cicatrizes
Estas feridas em meu peito
Voltam a sangrar

Depois de tanto tempo
Volto a me perder
Na tristeza que carregas em teu olhar

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Escudos e Fortalezas - Revisão

O dragão de sombras rasga a noite...
Lutando contra a tempestade
Raios de luz, chamas de escuridão
Bailando em meio a desolação

A tempestade, contra o furacão
O Vento, contra o mar
Eles dançam, rugem, presas e magia.
Suas fúrias aterradoras
Não se comparam a suas tristezas infinitas

O dragão de asas negras fez o céu a descer rumo aos mar
A feiticeira branca fez o mar subir aos céus
No meio da noite, no olhos da destruição

Dragão -  Minha alma busca meu coração, que esta em suas mãos
Feiticeira - Meu coração, busca minha alma, que contigo estas.

- Meu escudo
- Sua fortaleza...

...

O sol vence a ambos...
Ambos tem de acordar...

Lagrimas de Selene

Então a Lua triste banhou a terra com sua melancolia.
Então os lobos tomaram a tristeza dela para si.
Ela os presenteou com sua luz. Com sua proteção...
Torno-os suas crias...

Mas como crias dela, eles na época como ainda hoje
Não podem resistir a sua dor
Ainda hoje as lágrimas que ela derramou aquela noite podem os ferir
A essas lágrimas os homem deram o nome de prata...

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Esquecendo

Em uma praia nega o mago caminha para o esquecimento.

As esperanças, ele perdeu
A desolação, o venceu.
A tristeza, em seu manto envolveu

"Uma magia sussurrada, uma para apagar as lembranças, o passado, a existência... a sua propiá existência."

Em pucos instantes
Quase tudo de si, esqueceu
De tudo, se desprendeu
De tudo que um dia viveu

Em seus últimos passos
Tudo que restara fora um coração partido
Mas já não se importava 
Com fragmentos de um coração perdido

Quando, por fim, eles desapareceram

Nada restou
Nem dor, nem sofrimento.
Nem lágrimas, nem sentimentos

Quando tudo terminou
Tudo o que restou
Foi vazio e o silêncio,  que nem  mesmo a mais poderosa magia apagou...