quinta-feira, 8 de junho de 2017

Esquecendo

Em uma praia nega o mago caminha para o esquecimento.

As esperanças, ele perdeu
A desolação, o venceu.
A tristeza, em seu manto envolveu

"Uma magia sussurrada, uma para apagar as lembranças, o passado, a existência... a sua propiá existência."

Em pucos instantes
Quase tudo de si, esqueceu
De tudo, se desprendeu
De tudo que um dia viveu

Em seus últimos passos
Tudo que restara fora um coração partido
Mas já não se importava 
Com fragmentos de um coração perdido

Quando, por fim, eles desapareceram

Nada restou
Nem dor, nem sofrimento.
Nem lágrimas, nem sentimentos

Quando tudo terminou
Tudo o que restou
Foi vazio e o silêncio,  que nem  mesmo a mais poderosa magia apagou...

Nenhum comentário: