sábado, 20 de dezembro de 2008

Derrota

A lua tem um leve tom vermelho hoje
Um leve tom de sangue
Um leve toque de solidão

Hoje, apenas por hoje...
Sinto o gosto de escolhas erradas
O cheiro do fracaso
Por hoje...

Uma leve melancolia
Como se algo faltase
Como se algo realmente importante estivese perdido
Hoje estou perdido
Orgulho ferido
Rosto escondido

Hoje nem mesmo o vento move meus sentimentos
Nem mesmo o mar me tras paz
Hoje estou sem meu dragão

Sem magia...
Sem coração
Sem minhas asas...

Ao som de Bolero de Ravel

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Trabalho




A roda do tempo volta a girar
O ciclos recomeçam a andar
Nada para
Nada dura
Nada é etherno
A roda do tempo volta a girar

A carruagem do crepusculo tem de partir
Um novo ciclo começa
Novas cicatrizes viram
Novos sorrisos falsos
Novos desafios
Asas abertas
Coração abandonado
Mentiras doces
Olhos fulgases...

--------------------------

O campo de batalha a minha frente a perdição as minhas costas, não há para onde ir alem de enfrente




Finalmente segunda começa o curso de formação de praças da PM CE

Para passar o minha ultima sexta de folga resolvi trabalhar, ou melhor precisei e um pastor conhecido meu (que jura que eu sou protestante e quase fánatico) me chamou para instalar um novo sistema de som no local onde eles fazem orações, igreja, seja la o que eles chamam... Só não gosto desses trabalhos porque normalmente para pastores tem de se trabalhar o tempo todo de roupa social...
Na metade do trabalho tiro a camisa e o sapato para terminar o trabalho mais rápido sem suar a camisa. Trabalho terminado instalo a mesa de som, os instumentos e vou testar a guitarra... Ainda sem camisa, sem sapato e com a calça com o botão aberto, ela é meio apertada... Enquanto eu me empolgava tocando my imortal me aparece a banda da igreja... Acabei tocando algumas musicas... A vocalista tinha lindos olhos castanhos estava de vestido amarelo e por algum motivo ainda sorria pra mim...

O lider da bando e por sinal unico homem, me chama para tocar amanhã a noite na missa... Quando entra...
Um sujeito de calça dins rasgada e uma camisa com a inscrição Fuck my Jesus, com a foto de uma freira nua com o crusifixo bem localizado cantando
"Mulheres vulgares, uma noite nada mais
Mulheres religiosas eu so ¨&*$ por tras..."

Enquanto a banda vai conversar com o herege.
Saindo pela direita indo falar com o pastor, pegando o dinheiro e esperando o primo mal do lado de fora...
Que por sinal achou que estava no paraiso sendo cercado por 4 anjos... Palavras dele ai ai...

Não sei se ela estava sorrindo, mas foi divertido, acho que sempre posso contar com o Augusto para complicar as coisas...

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

A bravura só pode ser encontrada no coração do guerreiro...


Te amo mas não sei como ou se devo te dizer
Te amo
Sim amo e realmente não espero ser correspondido
Apenas desejo não lutar
Ficar longe...
Por que?...
Quem sabe medo.
Medo de ser correspondido
de perder o controle de sofrer de novo
Medo de você dizer que estou mentindo
Sei que sou um tolo...
Você ja deu sua resposta...
Você sa disse não
Mesmo assim , não consigo
Não acariciar seu rosto...
Não ddejar seu beijo

Texto antigo... Sempre que o leio acabo reescrevendo certas partes, mas ainda não esta bom...

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Cruzando o caminho da carruagem do amanhecer

Respota aos comentários anteriores:
Não, não sorri de volta...


Protegido pela noite,
Gritando ao vento...
Vi uma face minha que não conhecia
Vento... Que me sussuras poemas de alguém...
Que é passado

Como uma eterna espedida
Ele continua sussurando
Sussurando sobre o sofrimento
De alguém que ja se foi

Na pureza da noite que ainda não foi manchada com a luz
Cruzando as areias do tempo, manchadas de vermelho
Cruzando as areias do tempo, manchadas de vilipêndio
Cruzando a noite em compania da solidão...

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Caminhando

Olhos castanhos
Ropa amarela... Sorriso cativante. Ela sorrio,
Por que? Não sei...
Mas o que sei é que sempre tem um porque... Sempre...
Lembro dela sorrir... Me comprimentar com a cabeça...
Andar alguns metros... olhar para traz e sorrir denovo

Ainda não sei o que significa.
Por que ela sorrio?
Por que olhou pra tras...
Isso vai dar em alguma coisa?
Eu estou só imaginando???
O que eu sinto... isso eu sei. Provavelmente tezão, ou simplesmente nada.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Evangelizadores

Sem poesias apenas um relato...
Apos uma longa espera finalmente consegui tempo para terminar de ler "O Glorioso Apareceimento" o 12 livro da serié Deixados para traz, mas meio mundo resolveu me encher o saco. Ou me aparece uma protestante afim de discutir religião, ou me aparece um catolico meio esquentado para falar mau do livro, ou aff, consegui me ver entre uma catolica e uma protestante e as duas em uma idiscursão religiosa fervorosa e eu no meio...

- Serio, vocês duas dizem que Deus é perfeito ok, e que ele criou o homen a sua imagem e semelhança, certo? Então ou ele é um otário pois é perfeito logo não erra, mas ele criou o homem a sua imagem e semelhança e o homem é inperfeito logo ou ele errou e é imperfeito ou ele é imperfeito e não errou.
Agora se me dão licença.
- Não. Você esta blasfemando...
- Eu. Tá cê vão acender a fogueira e me queimar como é de costume da religião de vocês ou vão ser humildes e admitir que vocês não tem uma resposta melhor que mandar eu ter fé?

Três tentativas de tabefes depois consegui ir embrora para um lugar tranuilo para tentar terminar de ler...

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Xadrez

Mais uma vez perante o tabuleiro
Mais uma vez um mero jogo
Mais uma vez a aposta é a maxima

Me sinto como um peão em meu proprio jogo
Quem sabe realmente o seja
Quem sabe um peão de miim mesmo

Me sinto jogando pelo o que quero hoje
Contra mim mesmo pelo o que quero amanhã

sábado, 6 de dezembro de 2008

Dia qualquer

Um dia qualquer
Um dia a mais
Longe de ti
Longe de mim

Um coração há muito perdido
Esperanças há muito despedaçadas
Apenas um dia qualquer

Sonhos esquecidos
Caminhos seguidos
Planos traçados
Sorte testada

Forças em colisão...




A partir do dia 15 entro na academia militar... Etão dois disso acho que vai se comlicado ser achado...
Se quiserem me achar... luposnegrun@hotmail.com

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Mar e por do sol

Então de novo no mar
Então de novo aqui
Então de novo o por do sol a minha frente
Então de novo a noite as minhas costas

Por que?...
Ainda fico aqui pensando em você
Um cigarro aceso denuncia meu humor
Meu olhar minha solidão...

Os dias passaram
Os anos
Deixei de falar...
Mas ainda penso em você

Deixei de ser o que você ama...
Mas ainda sou seu
Deixei de ser o que você me ensinou
Mas ainda sigo seu desejos...

Deixei você em meu passado
Em minhas lembranças...
E comecei a finjir, que não amo você

Texto inacabado